Voltar ao Course

Matemática Básica - Comece aqui

0% Completo
0/0 Passos
  1. Mil, Milhão, Bilhão, Trilhão

    Mil, Milhão, Bilhão, Trilhão
  2. Mil, Milhão, Bilhão, Trilhão II
  3. Mil, Milhão, Bilhão, Trilhão III
  4. Mil, Milhão, Bilhão, Trilhão IV
  5. Comparando Números
    Comparando Números
  6. Comparando Números II
  7. Comparando Números III
  8. Comparando Números IV
  9. Comparando Números V
  10. Adição
    Adição I
  11. Adição II
  12. Adição III
  13. Subtração
    Subtração I
  14. Subtração II
  15. Subtração III
  16. Subtração IV
  17. Subtração V
  18. Subtração VI
  19. Subtração VII
  20. Subtração VIII
  21. Subtração IX
  22. Subtração X
  23. Subtração XI
  24. Multiplicação
    Multiplicação I
  25. Treinamento de Agilidade - Multiplicação I
    5 Testes
  26. Como foi a sua experiência com o Treinamento de Agilidade?
  27. Multiplicação II
  28. Multiplicação III
  29. Multiplicação IV
  30. Multiplicação V
  31. Multiplicação VI
  32. Multiplicação VII
  33. Multiplicação VIII
  34. Multiplicação IX
  35. Multiplicação X
  36. Multiplicação XI
  37. Multiplicação XII
  38. Multiplicação XIII
  39. Multiplicação XIV
  40. Multiplicação XV
  41. Multiplicação XVI
  42. Multiplicação e Divisão
    Multiplicação e Divisão I
  43. Multiplicação e Divisão II
  44. Multiplicação e Divisão III
  45. Multiplicação e Divisão IV
  46. Multiplicação e Divisão V
  47. Multiplicação e Divisão VI
  48. Multiplicação e Divisão VII
  49. Multiplicação e Divisão VIII
  50. Multiplicação e Divisão IX
  51. Multiplicação e Divisão X
  52. Multiplicação e Divisão XI
  53. Representação Numérica
    Representação Numérica I
  54. Quadro de Medalhas
    Quadro de Medalhas
  55. Números Romanos
    Números Romanos I
  56. Fuso horários
    Fuso horários

(ENEM 2016) O ábaco é um antigo instrumento de cálculo que usa notação posicional de base dez para representar números naturais. Ele pode ser apresentado em vários modelos, um deles é formado por hastes apoiadas em uma base.

Cada haste corresponde a uma posição no sistema decimal e nelas são colocadas argolas; a quantidade de argolas na haste representa o algarismo daquela posição.

Em geral, colocam-se adesivos abaixo das hastes com os símbolos U, D, C, M, DM e CM que correspondem, respectivamente, a unidades, dezenas, centenas, unidades de milhar, dezenas de milhar e centenas de milhar, sempre começando com a unidade na haste da direita e as demais ordens do número no sistema decimal nas hastes subsequentes (da direita para esquerda), até a haste que se encontra mais à esquerda.

Entretanto, no ábaco da figura, os adesivos não seguiram a disposição usual.

Nessa disposição, o número que está representado na figura é

A 46 171.
B 147 016.
C 171 064.
D 460 171.
E 610 741.

Resposta:

Alternativa D

(ENEM 2014) Os incas desenvolveram uma maneira de registrar quantidades e representar números utilizando um sistema de numeração decimal posicional: um conjunto de cordas com nós denominado quipus. O quipus era feito de uma corda matriz, ou principal (mais grossa que as demais), na qual eram penduradas outras cordas, mais finas, de diferentes tamanhos e cores (cordas pendentes). De acordo
com a sua posição, os nós significavam unidades, dezenas, centenas e milhares. Na Figura 1, o quipus representa o número decimal 2 453. Para representar o “zero” em qualquer posição, não se coloca nenhum nó

O número da representação do quipus da Figura 2, em base decimal, é

A 364.
B 463.
C 3 064.
D 3 640.
E 4 603.

(ENEM 2012) João decidiu contratar os serviços de uma empresa por telefone através do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). O atendente ditou para João o número de protocolo de atendimento da ligação e pediu que ele anotasse. Entretanto, João não entendeu um dos algarismos ditados pelo atendente e anotou o número 1 3 _ 9 8 2 0 7, sendo que o espaço vazio é o do algarismo que João não entendeu.

De acordo com essas informações, a posição ocupada pelo algarismo que falta no número de protocolo é a de

A centena.
B dezena de milhar.
C centena de milhar.
D milhão.
E centena de milhão.

Resposta:

Alternativa C

(Encceja 2002) A figura representa um tipo de medidor de energia elétrica (em kWh), que é composto de quatro relógios. Seus ponteiros giram no sentido horário e anti-horário e no sentido crescente dos números.

Para a leitura desse tipo de mostrador, é preciso observar o último número ultrapassado pelo ponteiro de cada um dos quatro relógios.

Sempre que o ponteiro estiver entre dois números, deverá ser considerado o de menor valor.

Tomando como referência essas informações, o valor indicado no medidor representado na figura é, em kWh,

(A) 3.081.
(B) 3.092.
(C) 4.081.
(D) 4.091.

Resposta:

Alternativa A

(ENEM 2011) O medidor de energia elétrica de uma residência, conhecido por “relógio de luz”, é constituído de quatro pequenos relógios, cujos sentidos de rotação estão indicados conforme a figura:

A medida é expressa em kWh. O número obtido na leitura é composto por 4 algarismos. Cada posição do número é formada pelo último algarismo ultrapassado pelo ponteiro.

O número obtido pela leitura em kWh, na imagem, é

A 2 614.
B 3 624.
C 2 715.
D 3 725.
E 4 162.

Resposta:
Alternativa A